OESPORTE

O Conteúdo certo

Castro, ex-zagueiro do Apucarana Atlético Clube, será homenageado em Curitiba

No dia 30 de outubro será reaberto o museu do Centro de Memória do Esporte Paranaense, no ginásio Tarumã às 15h30. O ex-jogadores de futebol Aladim, Sicupira, Castro e Krüger serão os homenageados.
No acervo estarão disponíveis fotos e documentos da época que atuaram nos clubes paranaenses. A exposição “Os craques da bola” ficará disponível até dia 22 de dezembro.
O Centro de Memória da História do Esporte do Estado do Paraná tem como principal objetivo a valorização da memória e do patrimônio cultural-esportivo por meio do fomento a preservação e resgate da história do esporte no Paraná. O espaço foi inaugurado em 2017.
Homenageados:
Aladim: Iniciou a carreira no Bangu-RJ, sendo campeão carioca em 1966. Chegou no Coritiba em 1973 emprestado pelo Corinthians. Jogador de muita técnica, conquistou o Torneio do Povo em 1973 e os campeonatos estaduais de 1973,1974,1975, 1976, 1979. Também jogou no Athlético e Colorado.
Sicupira: Começou a carreira nos juvenis do Clube Atlético Ferroviário. Em 1962, subiu para o time principal e já em 1964 foi contratado pelo Botafogo-RJ onde atuou com os maiores jogadores da história do futebol brasileiro. Foi emprestado ao Botafogo de Ribeirão Preto e finalmente veio para o Athlético em 1968. Com 158 gols é o maior artilheiro da história do clube, venceu o campeonato paranaense de 1970 e tornou-se ídolo eterno da torcida rubro-negra. Sicupira também jogou no Corinthians.
Krüger: Dirceu Krüger, o “Flecha Loira”, jogou no Coritiba Futebol Clube entre os anos de 1966 e 1976, onde completou 252 jogos como atleta. Ele conquistou pelo Coxa os títulos paranaenses de 68, 69, 71, 72, 73, 74, 75 e 76. o ídolo trabalhou como técnico, auxiliar e coordenador das categorias de base do clube. Em 2016 foi homenageado pelo Coritiba, em alusão aos seus 50 anos de trabalho pelo clube, com uma estátua em frente o Estádio Couto Pereira. Krüger faleceu em abril deste ano.
Castro: No ano de 1990, o zagueiro Castro foi contratado pelo Paraná Clube junto ao Apucarana Atlético Clube (AAC). No Dragão do Norte, ele começou a sua trajetória em 1987 atuando pelas categorias de base. Em 1990, foi titular do AAC no Campeonato Paranaense da Primeira Divisão. Destaque da equipe, na época comandada por Valter Ferreira, o jogador foi negociado para o Tricolor da Vila Capanema.
O Apucarana de 1990 era formado por André; Eder, Marcelo, Celso, Castro e Mário Sérgio Feijão; Mineiro, Carlos Eduardo e Gallo; Ricardo e Perrô.
Castro ajudou o Paraná Clube a conquistar o primeiro título paranaense em 1991. Atuando como zagueiro, anotou quatro gols na competição. Em 1992, foi transferido por empréstimo para o Santos. Retornou para o Paraná Clube em 1993, participando do início da campanha do título paranaense até se transferir para a equipe do Sport Club Espinho de Portugal. Em 1995, retornou ao Brasil, jogando pelo Iraty . Em 1999, encerrou a carreira  jogando pelo Blumenau Esporte Clube.
_20190611_112343
O zagueiro Castro (terceiro da esquerda para a direita em pé) no Apucarana Atlético Clube no Campeonato Paranaense de 1990. Em pé: Celso, Éder, Castro, André, Carlos Eduardo e Marcelo. Agachados: Perrô, Ricardo, Mineiro, Gallo e Mário Sérgio Feijão. O técnico era Valter Ferreira

Leave a Reply